9 de abr de 2012

Movimento cai nos hotéis do RN e projeção é negativa

A rede hoteleira de Natal registrou a pior Semana Santa dos últimos três anos, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no Rio Grande do Norte (ABIH/RN). A taxa de ocupação hoteleira, definida com base em pesquisa realizada junto aos empresários, variou entre 70 e 77% - muito atrás da registrada no mesmo período do ano passado, quando quase 100% dos leitos (camas nos hotéis) ficaram ocupados. A hotelaria agora se prepara para a pior baixa estação dos últimos anos, segundo Habib Chalita, presidente da associação.
O setor, um dos 52 que integram a cadeia produtiva do Turismo, não foi o único que sofreu com baixa na movimentação no período. Empresas que prestam serviço de receptivo - translado e city tour - registraram retração de até 30%, em relação ao mesmo período do ano passado. Em capitais como Recife/Pernambuco, empresas que prestam o mesmo serviço registraram incremento médio de 15%, em função de grandes eventos, como a Paixão de Cristo, encenada em Nova Jerusalém, a 187 quilômetros da capital Recife.

No cajueiro de Pirangi, o número de visitantes durante a Semana Santa só não caiu porque a Associação de Moradores de Pirangi do Norte, responsável pelo maior cajueiro do mundo, investiu em divulgação, afirmou Francisco Cardoso, presidente da associação. "Esperávamos queda, mas as visitas subiram 1%". Número, que segundo ele, precisa ser comemorado. De acordo com Francisco Cardoso, a taxa só tem se mantido estável porque muitos potiguares tem visitado o cajueiro nos últimos meses, devido a maior divulgação dentro do estado. O mesmo não ocorre com hotéis e empresas que prestam serviço de receptivo como a do empresário George Costa, cujos clientes ou moram no centro-sul ou fora do país.

A crise, segundo George Costa, que também é diretor executivo do Natal Convention & Visitors Bureau (Natal CVB) - entidade mista que capta eventos de todos os portes - não é a única responsável pelo desempenho abaixo da média. Ele critica a falta de divulgação e a inércia do poder público. "A nossa queda foi bastante acentuada diante de outros destinos que registraram uma boa ocupação", afirma.

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, mostram a desaceleração em marcha no Rio Grande do Norte. Segundo o ministério, a geração de empregos formais no setor de hospedagem e alimentação no RN recuou 62,7% no primeiro bimestre de 2012, em relação ao mesmo período do ano passado. Em Pernambuco, a retração foi quase quatro vezes menor (-17,8%).

A diferença, segundo George, está na realização de grandes eventos - isca para atrair visitantes durante o período de baixa estação e manter a ocupação hoteleira. O Natal CVB captou vários para o segundo semestre de 2012, "mas o número ainda está bem aquém de nossa capacidade", afirma o diretor executivo da entidade. "Falta o poder público apostar no turismo de eventos", completa.

Para Habib Chalita, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no RN (ABIH/RN), o futuro do turismo potiguar preocupa. E há razões para isso. Qualquer perda, por menor que seja, no setor é significativa. Até o final de 2011, o Turismo era o setor com maior participação na economia formal do estado. De acordo com estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e divulgado em 2011, a participação do turismo na economia formal do estado chegava a 4,4%, a maior do Brasil. O índice mostrava que o estado era o que mais dependia desta atividade econômica no país.

Saiba mais

O Governo do Estado ainda não definiu quem será o novo secretário estadual de Turismo. O ex-secretário, empresário Ramzi Elali, pediu exoneração do cargo, no dia 29 de março, alegando incompatibilidade de tempo. A saída foi anunciada um dia após o Fórum do Turismo do Rio Grande do Norte, ocasião na qual participantes apontaram falhas e cobraram soluções do governo. Segundo assessoria de comunicação do governo, a governadora Rosalba Ciarlini está discutindo nomes com aliados políticos.
Fonte: Tribuna do Norte

5 de abr de 2012

Ministério do Turismo, SETURDE e Fundação Universa promovem cursos gratuitos.

Ministério do Turismo, SETURDE e Fundação Universa promovem cursos gratuitos.


O presidente do Sistema Fecomércio RN, SESC e Senac, Marcelo Fernandes de Queiroz, vem informar que a Secretaria Municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico de Natal (Seturde), em parceria com o Ministério do Turismo e a Fundação Universa, está oferecendo cursos na área de turismo.

As aulas serão semipresenciais, com vídeo-aulas que acontecerão no período de 2 e 27.04 das 9h às 11h,. O aluno pode optar por participar de todo o curso ou apenas de alguns módulos.

Serão quatro módulos semanais com carga horária total de 36 horas. Estão sendo oferecidos oito cursos, todos inteiramente gratuitos. O público-alvo são estudantes universitários do curso de turismo, guias de turismo, bugueiros, policiais militares, recepcionistas e pessoas interessadas em trabalhar na área. Os interessados poderão se inscrever na sede da Seturde: Av. Café Filho 746, Praia do Meio. Mais informações através dos telefones 3232-9066/ 3232-9061/ 3232-9060.

Segue abaixo a tabela com a oferta dos cursos. Pela importância da oportunidade, o presidente pede aos membros da Câmara Empresarial do Turismo e das demais entidades ligadas ao setor, destinatários deste e-mail, ampla divulgação e eventual arregimentação de alunos para os cursos.

Abril (02 a 27)

Módulo (1º)

Carga H

Dia 02/04

Recepcionista de Eventos

2 H

Dia 03/04

Recepcionista de Eventos

2 H

Dia 04/04

Atendimento ao turista/Meios de Hospedagem

2 H

Dia 05/04

Atendimento ao turista/Meios de Hospedagem

2 H

Dia 06/04

Encerramento dos 2 cursos/Certificados

Módulo (2º)

Dia 16/04

Turismo e Hotelaria para Eventos

2 H

Dia 17/04

Turismo e Hotelaria para Eventos

2 H

Dia 18/04

Como atrair o turista para seu negócio e para sua cidade?

2 H

Dia 19/04

Como atrair o turista para seu negócio e para sua cidade?

2 H

Dia 20/04

Encerramento dos 2 cursos/Certificados

Módulo (3º)

Dia 23/04

Atendimento ao turista: Bares e Restaurantes

2 H

Dia 24/04

Atendimento ao turista: Bares e Restaurantes

2 H

Dia 25/04

Gastronomia e Cultura

2 H

Dia 26/04

Gastronomia e Cultura

2 H

Dia 27/04

Encerramento dos 2 cursos/Certificados

Módulo (3º)

Dia 02/05

Como comunicar e se relacionar com o turista

2 H

Dia 03/05

Como comunicar e se relacionar com o turista

2 H

Dia 04/05

Produção de Eventos

2 H

Dia 09/05

Produção de Eventos

2 H

Dia 10/0527/04

Encerramento Geral dos 4 módulos

4 de abr de 2012

Pronatec Copa abre inscrições

O Ministério do Turismo abriu ontem as inscrições para o Pronatec Copa, um programa que tem o objetivo de capacitar mão de obra para atender aos turistas durante e também após o mundial de futebol de 2014. O programa oferecerá 32 cursos, além de aulas de inglês, espanhol e libras (língua de sinais), para quem tem 18 anos ou mais. As aulas serão realizadas nas 12 cidades-sedes, no entorno dessas cidades e em destinos de visibilidade internacional espalhados pelo país. No Rio Grande do Norte, as vagas estão abertas para Natal, Baía Formosa, Canguaretama, Maxaranguape, Parnamirim e Tibau do Sul. As inscrições poderão ser feitas via site www.pronateccopa.turismo.gov.br. Os cursos deverão ser iniciados a partir de 7 de maio deste ano.
Com uma média de 160h/aulas (equivalente a quatro meses de duração), o curso será oferecido de forma gratuita e presencial. Cada aluno terá direito a um auxílio estudantil - com alimentação e transporte. Mais informações, em relação ao auxílio podem ser obtidas por e-mail: pronateccopa@turismo.gov.br

Para os que tiverem o ensino fundamental incompleto, serão cursos de auxiliar de cozinha, auxiliar de garçom, auxiliar de confeitaria, atendente de lanchonete, camareira, chapista, churrasqueiro, condutor de visitantes, copeiro, garçom básico, cozinheiro industrial, masseiro, mensageiro, monitor ambiental, monitor de recreação, padeiro e confeiteiro, pizzaiolo, recepcionista, recepcionista de eventos, salgadeiro e sushiman.

Já os que tenham ensino fundamental completo, poderão se inscrever nos cursos para agente de informações turísticas e mestre de cerimônias. Já quem tiver o ensino médio incompleto poderá se qualificar como auxiliar de serviços de hospedagem, auxiliar de agenciamento de viagens e recepcionista em meios de hospedagem.

Os interessados com ensino médio completo poderão se capacitar como bartender, condutor de turismo de aventura, organizador de eventos, sommelier e agente de viagens.

28 de mar de 2012

3º Fórum de Turismo do RN prossegue hoje com workshops do Sebrae e do Senac, pela manhã

Prossegue hoje (quarta, 28), a partir das 09h, no Centro de Convenções de Natal, o 3º Fórum de Turismo do RN.

Após workshops pela manhã sobre programas voltados para a Copa do Mundo, a cargo do Sebrae e do Senac, haverá palestras e debates na parte da tarde.

O encerramento do evento prevê um painel, a partir das 17h30, com a consultora Tânia Brizolla, ex-Ministério do Turismo, que abordará os caminhos para a regionalização turística do Rio Grande do Norte.

Palestra de Jeanine Pires no 3º Fórum de Turismo do RN aponta caminhos para o setor

Após abertura a cargo da governadora Rosalba Ciarlini e palestras dos secretários de Turismo (Ramzi Elali) e de Cultura do RN (Isaura Rosado), que falaram no 3º Fórum de Turismo do RN sobre união de ações promocionais das duas pastas, a consultora e presidente da Câmara de Turismo da Fecomércio-SP, Jeanine Pires, abordou hoje (27) pela manhã, no Centro de Convenções de Natal, o tema “Como o RN se reposicionar no mercado”.

Segundo Jeanine, o perfil do turista está em fase de transformação. “É necessário conhecer os diferentes perfis desses clientes. As mídias sociais muitas vezes definem o turista que vem à cidade, uma vez que eles relatam através do facebook e do twitter a estadia no destino. Segundo estudos que me enviaram, Natal tem 95% de aprovação dos turistas. Deve haver um estímulo imediato para esse visitante retornar”, comenta.

Em relação à Copa de 2014, a ex-presidente da Embratur disse que em 2015, após a Copa e antes das Olimpíadas do Rio de Janeiro, as chamadas economias emergentes vão ter uma fatia maior no desenvolvimento do setor econômico. “Mas já em 2012 o PIB do Turismo Direto chegará a 7,8%”, destaca Jeanine Pires.

Além dela, fizeram palestra ontem no 3º Fórum de Turismo do RN o professor Jussier Santos, que falou sobre a “História do Turismo de Natal”; o ex-executivo da hotelaria e hoje consultor Victor Salas, que abordou o tema “Oportunidades num cenário favorável”. “A gastronomia potiguar como diferencial de marketing para atrair turistas” também foi tema de debate no evento organizado pela Argus Eventos de Turismo.

Fonte: Blog e-Turismo

Especialistas afirmam: gastronomia potiguar pode (e deve) atrair turistas

“A gastronomia potiguar como diferencial de marketing” foi um dos bom painéis do 3º Fórum de Turismo do RN, que teve nesta terça-feira seu primeiro dia.

A mediadora foi Cacau Wanderley, diretora-adjunta do curso de Gastronomia da UnP.

Os debatedores foram Alexandre Capistrano, (diretor da Abrasel), Luís Benício (diretor da revista Deguste), Giovani Rodrigues (Paçoca de Pilão), Fernando Bezerril (Marina Camarões) e Paulo César Galindo (Fogo & Chama).

De acordo com Benício, a gastronomia faz parte do patrimônio cultural de um povo. “O turismo gastronômico é muito forte na Europa. Os visitantes não medem esforços para ir a restaurantes, mesmo até que a cidade não tenha maiores atrações. Em Natal tem que haver mais investimentos, pois após os passeios o turista quer mesmo é ir a um bom restaurante para provar a culinária local”, comentou.

O empresário Fernando Bezerril assegurou que uma pesquisa já constatou que o turista não vê Natal apenas como a Cidade de Sol, mas também como a “terra do camarão”.

Já o empresário Paulo César Galindo afirmou que a gastronomia pode ser usada como ponto principal de uma campanha de marketing. “Nós vemos as folheterias dos outros estados brasileiros valorizando a sua gastronomia e é preciso renovar o produto do marketing. Já faz 30 anos que Natal é vendida da mesma forma. É preciso mudar”, alega.

Fonte: Blog e-Turismo

Jussier Santos empolga platéia do 3º Fórum de Turismo do RN. Além de história, muitas críticas

O empresário e professor Jussier Santos, que nas décadas de 70 e 80 exerceu cargos no Turismo do RN, foi aplaudido de pé ao final de sua palestra no 3º Fórum do Turismo do RN, no Centro de Convenções de Natal.

Ele fez severas críticas ao Poder Público e lembrou, com base em seu amplo trabalho de pesquisa, que o fluxo turístico para Natal começou praticamente com o surgimento do Hotel dos Reis Magos, na década de 60.

“A construção do Hotel Reis Magos,em 1965, foi um marco no setor hoteleiro de Natal. A partir daí a iniciativa privada começou a investir no turismo”, disse Jussier.

O empresário destacou ainda a importância da Via Costeira para o crescimento e desenvolvimento do turismo de Natal.

“Depois do Hotel dos Reis Magos surgiu a construção de outros hotéis no Centro da cidade, o que até hoje é visto como o grande erro da época, pois se não fosse o espaço da Via Costeira Natal não existiria turisticamente.”

Fonte: Blog e-Turismo

10 de mar de 2012

Barra do Cunhaú poderá ser destaque nacional no quadro Tô de Folga do Jornal Hoje

Barra do Cunhaú poderá ser destaque nacional no quadro Tô de Folga do Jornal Hoje veiculado na Rede Globo.

A votação está acontecendo na página principal do Jornal hoje no link de interatividade.

Acesse o link: http://g1.globo.com/jornal-hoje/ e vote quantas vezes quiser

A Barra do Cunhaú conta com o seu voto!!!

1 de mar de 2012

2 de Março- Dia Nacional do Turismo

Você sabia que amanhã é o Dia Nacional do Turismo?

A beleza de sua cidade refletida por todo o Brasil. Esta é a proposta do Ministério do Turismo para o Dia Nacional do Turismo, celebrado amanhã, 02 de março (27 de setembro é o Dia Mundial do Turismo).

Os perfis do MTur estão propondo a seus seguidores e amigos das redes sociais (Twitter e Facebook) que encaminhem imagens de lugares que mereçam comemoração dos fotógrafos.

Mesmo sem um reconhecimento oficial no calendário brasileiro de festas, o Dia Nacional do Turismo caiu no gosto popular e é relembrado anualmente em escolas, cidades e pelos brasileiros que reconhecem a importância econômica e cultural da atividade turística.

Nesta sexta (amanhã, 2) será publicado no portal do MTur o resultado da promoção: uma série de imagens feitas por pessoas comuns, apaixonadas pelos encantos do Brasil.

22 de fev de 2012

Turismo muito além das cidades sede

Sol, mar, dunas. Os atrativos do Rio Grande do Norte que motivaram a escolha dos roteiros turísticos para a Copa do Mundo de 2014 pelo Ministério do Turismo (MTur) não foi muito diferente do que já é explorado densamente no estado potiguar. Foram definidos 88 produtos e 184 destinos em todo o Brasil, que estejam até três horas (via terrestre) ou até duas horas (via aérea) dos palcos do Mundial. Para o secretário estadual de Turismo do RN, Ramzi Elali, faltou diálogo entre o MTur e as secretarias estaduais de Turismo das sedes, uma vez que o RN possui outros segmentos que buscam ser mais bem explorados, como o turismo de aventura ou no destinos no interior do estado.

Em tese, a idéia do Ministério do Turismo com a divulgação dos novos roteiros é de incentivar o visitante a conhecer os atrativos localizados nos entornos das cidades-sede, aumentando o fluxo turístico, bem como a distribuição de renda e emprego pelo país. Coqueiros, dunas e belezas naturais praianas continuamsendo os principais polos turísticos oferecidos pelo Rio Grande do Norte, segundo o MTur, na exploração de 10 municípios costeiros: Tibau do Sul, Canguaretama, Vilar Flor, Baía Formosa, Barra do Cunhaú, Galinhos, Porto do Mangue, Macau, Touros e São Miguel do Gostoso.

"O trabalho que o Ministério do Turismo vinha fazendo possibilitou a escolha desses destinos potiguares. São localidades já bem exploradas pelos turistas nacionais e internacionais, que possuem dados na grade do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) e que já foram exaustivamente apresentados no Salão de Turismo ocorrido em julho de 2011. Considero que as opções do RN foram bem escolhidas e selecionadas", afirmou Ricardo Moesch, diretor de políticas do Ministério do Turismo.

Segundo Moesch, estudos feitos pelo MTur indicam que cada estrangeiro realizará uma média de três viagens pelo Brasil durante o mês da Copa do Mundo e, por isso, os roteiros foram traçados de forma estratégica para intensificar o fluxo de deslocamentos, beneficiando o maior número de municípios. O estudo começou há três meses, quando técnicos do MTur e do Embratur promoveram uma oficina de trabalho para definir a matriz de seleção dos destinos e produtos.

"De maneira geral, nós focamos acima de tudo em quatro maiores segmentos em todo o Brasil: sol e mar, cultura, esportes e o ecoturismo. O Rio Grande do Norte é um polo de grandes atrativos no segmento sol e mar, e já tem um mercado forte nesse setor. Essas foram as razões que motivaram a escolha dos destinos turísticos selecionados para se tornarem roteiros para a Copa de 2014", frisou Ricardo Moesch.

A posição do Rio Grande do Norte não agradou muito o secretário estadual de Turismo, Ramzi Elali, que convocou uma reunião para a próxima terça-feira, dia 31, em Brasília, com representantes do MTur para discutir a seleção dos destinos. "O papel de divulgação de destinos costeiros do Litoral Sul e Litoral Norte, que são do segmento sol e mar, já são bem conhecidos dos turistas nacionais e internacionais. Já separamos investimentos para divulgar esses destinos. A iniciativa do governo do Estado é de aproveitar esse momento da Copa de 2014 para promover a interiorização do turismo potiguar", realçou o titular da Setur.

Interiorização

Segundo Ramzi Elali, o RN já tem muito a oferecer no turismo religioso e gastronômico nas cidades do interior e já existem roteiros consolidados que podem ser incluídos nas listas do Ministério do Turismo. "Temos uma lista de 17 ações para serem financiadas pelo BIRD [Banco Internacional para a Reconstrução e o Desenvolvimento], nos quais surgem roteiros no interior do RN que precisam ser analisados e aproveitados", realçou o secretário.

Ramzi Elali fez questão de mencionar os Caminhos da Santa, onde no roteiro está um monumento de devoção religiosa, a imagem gigantesca de 56 metros de Santa Rita de Cássia, em Santa Cruz; o Caminho dos Mártires, em São Gonçalo do Amarante e Macaíba e os Caminhos do Engenho, que reúne engenhos de cachaça e açúcar de Caicó, Goianinha e Extremoz.

"Não temos tempo de criarnovos roteiros, mas acreditamos que esses roteiros interioranos necessitam do acolhimento nas listas de divulgação do Ministério do Turismo e por isso as verbas que serão destinadas para esse fim devem ser aplicadas também na divulgação desses destinos", reforça.

Para esse ano, a verba que o Governo do Estado pretende liberar para que a Setur possa aplicar na divulgação dos destinos gira em torno de R$ 27 milhões. Já o financiamento feito pelo BIRD para obras do executivo estadual somam um montante de US$ 58.211.180, dos quais 11% serão aplicados no turismo potiguar. "O desafio é também integrar as obras de infraestrutura das estradas, urbanização de cidades e melhoramento dos calçadões das orlas do Litoral Sul", colocou.

Entre as 17 ações que aguardam a liberação do financiamento do BIRD para serem realizadas estão a urbanização e instalação de teleférico na imagem de Santa Rita de Cássia e na serra de Martins, readequação da Lagoa de Arituba, saneamento básico e abastecimento de água para Galinhos, bem comoa criação de centros de apoio ao turismo em Arez e em Serra Caiada. A duplicação da estrada que liga Mossoró a Tibau do Sul é investimento mais caro presente entre as 17 ações, cujo valor da obra está avaliado em R$ 35 milhões. O orçamento destinado à Setur é de R$ 85 milhões.

Fonte: Alex Costa, Diário de Natal